sábado, 31 de dezembro de 2011

Entrevista com Luis carrega antigo jogador do FCCastrense e Actual Jogador do FCSerpa

1ª Quando iniciaste a tua actividade desportiva?
  iniciei a minha actividade desportiva em 1988 no escalao de escolinhas no despertar sporting clube
  2º Passaste por vários clubes certamente, quais foram os que te
marcaram e as pessoas, dirigentes, treinadores, que também te
marcaram?
  Verdade passei por varios clubes e todos eles deixaram-me marcas uns pela possitiva,outros pela negativa. todos os clubes têm a sua historia,momentos. Ate a data de hoje aonde tenho passado tenho feitos muitos amigos.
 3ª O que pensas do momento actual do FCCastrense?
 O castrense actualmente respira saude.Temos uma equipa unida,amiga e com o objectivo bem traçado que é ganhar jogo a jogo. todos os jogos para nos sao finais. finais essas que vamos tentar alcanca -las.
4º Que achaste deste campeonato em que participaste?
 O campeonato anterior ficou muito alem das espectactivas. Foi claramente um fracasso.
5ª  O que lhe parece este campeonato da 1º divisão divisão?
 Axo que campeonato este ano esta muito forte.Ha varias equipas com muita qualidade.

Entrevista a Marcelo, jogador do AJDRosairense

1

Quarta-Feira, 21 de Dezembro de 2011
1-Quando começas-te a praticar Futebol?
O futebol é algo que me acompanha desde sempre e está nas minhas mais remotas memórias de infância. Desde as bolas de papel, trapos ou latas tudo servia para dar uns pontapés. Havendo um balde do lixo ou 2 bancos, tudo servia para uma “jogatana” nas ruas da minha aldeia. Em termos federados iniciei a prática do futebol no Clube Desportivo de Almodôvar, apenas na categoria de infantil após ser recrutado num torneio de futsal em que representava a minha aldeia.
 
2-Quais os clubes que já representas-te? Fala-nos um pouco sobre a tua passagem nesses clubes.
Oficialmente representei 5 clubes: CDAlmodôvar, LouletanoDC, GDCMachados, SAAlmodovarense e AJDRosairense e de todos guardo amizades e boas recordações. Até ao escalão júnior apenas representei o clube desportivo de Almodôvar, clube que aprendi a amar e defender mas que por inúmeros motivos acabei por aprender a esquecer. Na segunda época de juvenil fui convidado pelo LouletanoDC a treinar à experiência na pré-época. Acabei por ficar em Loulé numa experiência que apenas durou uma semana pois, por motivos pessoais regressei para mais uma época no CDAlmodôvar. Na 2 época de júnior acabei mesmo por representar o LouletanoDC, na 1ª divisão nacional da categoria, competindo com clubes como o SportingCP e SLBenfica. Deste clube guardo muitas memórias e pessoas mas 1 em especial que me marcou para sempre, o mister Luis Pires que foi treinador, "pai", amigo e conselheiro, uma das melhores pessoas que conheci. Com ele fui na época seguinte para o GDCMachados onde conseguimos subir para a 1ª Divisão Distrital do Algarve. No ano seguinte fiz a pré-época no ACDSanta Clara a Nova mas a fractura de um braço fez-me estar uma época parado. Após cirurgia ao braço representei a SAAlmodovarense no Inatel. No ano seguinte tive um convite para fazer a pré-época com o AJDRosairense, e ficarei sempre grato por isso. Estava numa fase complicada com bastante excesso de peso, e esse voto de confiança fez-me dar o máximo para me apresentar nas mínimas condições. Nas 2 épocas anteriores, considero que não dei ao clube, metade do que este me deu a mim, mas sinto que a forma física ideal chegou e está na altura de retribuir. Este nosso clube é um clube bastante humilde em condições materiais mas muito grande na dimensão humana. Desde toda a direcção a colegas de equipa apenas conheci pessoas excepcionais e com grande capacidade de entrega às causas do clube. Sendo injusto destacar alguém, vou referir uma pessoa que foi o pilar do sucesso do ano anterior. O ex colega de equipa, amigo e actual treinador David Guerreiro que, pela sua forma de estar na vida e no futebol é alguém a quem desejo o maior sucesso do mundo.
 
3-Diz-nos o que achas da equipa do AJDRosairense para a presente época?
Ao contrário de outros clubes do distrito, o Rosairense não vai buscar os jogadores "que quer" nem recruta igualmente atletas "ao acaso". Muitas são as condicionantes analisadas pois os recursos são limitados, principalmente os financeiros. O plantel é jovem, com bastante margem de progressão futura, e vai de encontro à filosofia do clube que é a de conciliar a qualidade futebolística (que existe bastante) à qualidade humana que, à semelhança da época anterior, é irrepreensível. As saídas foram sentidas, como é natural, mas na minha opinião foram bem colmatadas. Após um período normal de adaptação dos novos atletas, a equipa esta a encontrar o seu rumo para mais uma época tranquila. Acredito que este plantel pode dar novamente, a curto/médio prazo, muitas alegrias ao clube.
 
4-Quais os objectivos que esperas alcançar como jogador?
O futebol é um jogo colectivo e por isso gosto de me focar em objectivos colectivos nas equipas por onde passo. Pensando a curto prazo, espero que se repita um bom campeonato como o anterior, garantindo-se a manutenção rapidamente, e porque não fazer uma classificação tão ou mais honrosa que a anterior?! Na taça, o feito da época passada foi extraordinário e difícil de repetir mas o objectivo será lutar jogo a jogo e se tivermos de cair, cair de pé, como acontece sempre neste clube. A nível pessoal, espero continuar a divertir-me a fazer o que gosto e dar o meu melhor em prol do clube. Como tenho apenas 24 anos, gostava de ser campeão distrital (o que acredito ser possível neste clube, a médio/longo prazo com outras condições) e participar num campeonato nacional a nível sénior.
 
5-Que mensagem gostarias de deixar aos leitores e sócios do clube?
Agradeço desde já a solicitação para esta entrevista para o site do clube, o que para mim foi um prazer. Aos sócios do clube quero agradecer todo o apoio e força que nos transmitem e que não se vê em outros estádios do distrito. Eles são o único motivo que nos faz gostar de jogar no nosso campo, cujas condições não nos favorecem. Que tenham tanto orgulho em apoiar este clube como eu tenho de o representar. Um Feliz Natal e Óptimo Ano Novo a todos.
 
Um Bem Haja e continuaçao de Bom Trabalho
Cumprimentos
Marcelo Silvestre
Fonte: http://ajdrosairense.webnode.pt/

Os rivais, SC Cuba e CF Vasco Gama, trocam jogadores


As últimas noticias de transferências chegam da Cuba e da Vidigueira! Do CF Vasco Gama saiu Vitor Baião, polivalente do lado direito com 34 anos ingressando no plantel do SC Cuba. Por sua vez do SC Cuba saiu José Verdade que assinou por o CF Vasco Gama.












Nome completo: Vitor Manuel Baião
Data de nascimento: 11-03-1977
Nacionalidade: Portugal
Clube Atual: Sporting Clube Cuba








Nome completo: José Manuel Oliveira Verdade Silva
Data de nascimento: 27-09-1981
Nacionalidade: Portugal
Clube Actual: Clube Futebol Vasco Gama

Borba e o Desporto!

Hoje é o ultimo dia do ano, e por isso queremos destacar aqui no blog da Força Azul o Crescimento e Desenvolvimento Desportivo que tem acontecido em Borba nos ultimos anos, com a existência de cada vez mais modalidades desportivas e maior oferta para toda a gente.
Existem neste momento três clubes na Cidade de Borba, que com maiores ou menores dificuldades, uns com mais, outros com menos, mas que todos tentam fazer os eu trabalho e representar da melhor forma a nossa cidade por esses campos fora.

O clube mais antigo, e por isso o clube mais histórico é o S.C. Borbense, que nasceu em Abril de 1945, o grande clube do nosso concelho que já há mais de 6 décadas representa Borba nos Campeonatos Distritais e Nacionais de Futebol, tendo já conseguido sagrar-se Campeão distrital por 5 vezes ao longo do seu historial. O S.C. Borbense conta actualmente com cerca de 100 atletas, distribuidos pela equipa sénior, juvenil, iniciados, benjamins e ainda com a escola de formação com miudos dos 6 aos 9 anos, o que faz deste clube como um dos maiores e melhores do distrito.
Visite o S.C. Borbense em http://www.sportclubeborbense.com/

O Clube Rugby de Borba foi o primeiro clube com uma modalidade alternativa a nascer em Borba. Estávamos em 2006, e um grupo de Jovens apaixonados pelo Rugby, beneficiando do grande momento que a modalidade vivia no nosso país, conseguiu juntar muitos interessados pela modalidade e formou várias equipas, começando com uma equipa sénior, e de sub-16. Mas ainda existem poucas equipas de Rugby no Alentejo, não havendo assim um Campeonato competitivo, o que levou à extinção da equipa sénior, focalizando todas as atenções na aposta na formação, e hoje em dia são muitos os miudos que treinam rugby várias vezes por semana e o CRB já tem mesmo jogadores do clube a representar selecções nacionais.
Visite o Clube Rugby de Borba em http://www.crborba.blogspot.com//

O Barbus Futsal nasceu em 2010, depois de o projecto ter começado no ano anterior, com a equipa de Futsal a participar nas competições distritais sob a sigla do S.C. Borbense. Mas foi em 2010 que foi criada uma nova associação, da qual faz parte o Barbus Futsal e que tem por objectivo a prática desta modalidade de futuro na nossa cidade. Actualmente são mais de 50 os atletas deste clube, distribuidos pela equipa sénior e junior masculina, e também pela equipa feminina, sendo assim a unica equipa feminina em competição aqui em toda a Zona dos Mármores. Apesar de ser um projecto ainda novo, os responsáveis estão empenhados e a trabalhar arduamente para fazer crescer este clube que pretende orgulhar todos os borbenses e com o desejo e ambição de conquistar já esta época algum titulo distrital.
Visite o Barbus Futsal em http://futsalborbense.blogspot.com/

O Barbus Atletismo é a mais nova Secção do Barbus, tendo sido criada apenas este ano. Mas até ao momento já organizou uma prova no Verão, outra prova na Festa da Vinha e do Vinho, e também já participou em provas em Portel, Évora, Crato, entre outras. Neste momento são já várias dezenas de atletas, das mais variadas idades e de ambos os sexos, que o Barbus Atletismo tem e que treinam no Municipal de Borba nas terças-feiras e quintas-feiras, aproveitando as magnificas infraestruturas que Borba tem para a prática desta modalidade. Visite o Barbus Atletismo em http://barbusatletismo.blogspot.com/

Votos de um Feliz 2012

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

CD Beja e SCM Aljustrelense vencem os seus jogos


O CD Beja aproveitou esta paragem no campeonato para realizar um amigável frente ao Louredense FC, equipa que disputa o Campeonato Distrital da Inatel estando no grupo D na 2º posição. A equipa bejense levou a melhor ficando o resultado nos 4-1.
Noutro jogo mas este realizado em Aljustrel, o SCM Aljustrelense que disputa a 3º Divisão Nacional venceu o CDC Panóias por 3-2.

As quatro equipas regressam aos jogos oficiais no fim de semana de 7/8 de Janeiro, com o CD Beja a deslocar-se até Almodôvar onde defrontará o CD Almodôvar, o CDC Panóias recebe o FC Castrense, o SCM Aljustrelense irá até Lagoa e por fim o Louredense irá até ao campo do Salvadense.

Rodinhas de regresso ao Moura AC


O Moura Atlético Clube continua a preencher as lacunas do seu plantel e agora chegou a acordo com o jogador Rodinhas que na temporada transata havia representado o clube.
Rodinhas regressa assim a uma casa que bem conhece depois de já lá ter passado durante as duas últimas épocas, tendo no início desta ingressado no Portosantense, clube que disputa a 3º Divisão Nacional.
A equipa da cidade salúquia regressa ao campeonato no próximo dia 8 de Janeiro, nesse derby alentejano frente ao Atlético de Reguengos.

Nome completo:
Fábio Manuel Duarte Correia "Rodinhas"
Data de nascimento:
03-04-1986 (25 anos)
Nacionalidade:
Portugal
Posição:
Médio

Histórico

2011/2012 - Portosantense/Moura AC
2010/2011 - Moura AC
2009/2010 - Moura AC
2008/2009 - At. Cacém/Messinense
2007/2008 - At. Cacém
2006/2007 - Amora FC
2005/2006 - Amora FC

Clube Natureza de Alvito em crescimento: A Natureza é cenário de campeões

 


Fundado em setembro de 1995, o Clube de Natureza de Alvito tem conhecido um percurso de progressiva diversificação das modalidades e valorização dos seus atletas.

Texto e foto Firmino Paixão
Tendo a orientação como modalidade mãe de todas as suas atividades, o Clube de Natureza de Alvito abraçou, desde a sua fundação, o significativo lema "Desporto, Natureza e Aventura no Alentejo" e diz ter as suas portas abertas a quem se preocupe com a vida e com os outros, queira praticar desporto e colaborar com um projeto do tamanho do mundo. À atividade principal, já acrescentou o triatlo, o pedestrianismo, o BTT, o badmington, a natação, o ténis de mesa e o atletismo, sendo esta, a segunda modalidade do clube e aquela que lhe tem oferecido melhores resultados. O rosto mais visível do projeto é Joaquim Patrício, 63 anos, e que há cerca de 20 chegou ao Alentejo e fez nascer este projeto. Atleta, técnico e dirigente é quem melhor conhece o percurso deste exemplo desportivo na região.

O clube atravessa um bom momento, tem sempre os seus atletas entre os primeiros?Sim, mas não é o mais importante para o clube, gostamos de ter sucesso, mas ele está muito dependente do querer dos atletas. Temos outros sucessos bem mais importantes, nomeadamente ter a população de Alvito e arredores a praticar as modalidades que oferecemos. Temos um projeto que evolve os miúdos entre os sete e os 11 anos, com as escolinhas desportivas, e isso é que é mesmo a essência do desporto que nós queremos. Claro que também temos as outras atividades. No atletismo estamos sempre mais ou menos bem e fazemos um grande esforço, quer no triatlo, quer na orientação. São modalidades modernas, ligadas à natureza e com outra abertura que, além de mais, são individuais e no Alentejo são as modalidades que devemos privilegiar porque a população é tão pequena que temos que ir por aí.

Um conjunto de modalidades que têm a natureza como denominador comum e que também é o desígnio do clube?Tentamos usufruir da natureza de uma maneira desportiva, daí que tenhamos atividades como o BTT e o pedestrianismo. Até já temos ativo um grupo de caminheiros e no BTT aproveitamos como preparação para a orientação em BTT ou para o triatlo. Fazemos algumas maratonas e colaboramos muito com autarquias e com outras associações desportivas do concelho.

Com a natureza em pano de fundo existe um laboratório de campeões?Não será bem um laboratório. É outra coisa que não se pode designar assim. Diria que é a formação desses homens enquanto atletas e a formação coletiva dentro deste clube, que faz com que aqueles que têm capacidades intrínsecas tenham sucesso no futuro. Efetivamente, tem acontecido inúmeras vezes, mas isso requer muito trabalho, quer da parte dos dirigentes e técnicos, quer da parte dos atletas. E tem sido gratificante para nós, daí que eu esteja há quase vinte anos nesta região a fazer este trabalho e mantenho-me ligado a ele porque vale a pena trabalhar com esses moços que depois se fazem homens. Agora já temos vários licenciados por aí que continuam a praticar, alguns a alto nível.

O João Figueiredo é um desses exemplos?Sim o João "Mega" será, certamente, o melhor orientador nacional. Ao mesmo tempo está a fazer o seu curso de engenheiro mecânico no Instituto Superior Técnico e isso é muito gratificante para mim. Infelizmente o rumo que o País está a levar é que é algo que me deixa deprimido. Ainda esta semana realizamos o Dia do Atletismo com todos os miúdos das escolas e tive a colaboração de seis atletas e ex-atletas que são licenciados mas que estão todos desempregados.

Os recursos procuram-se, aperfeiçoam-se e tornam-se campeões, ao mesmo tempo que se fazem engenheiros, médicos, gestores. É um orgulho...Olhe, muito orgulho e um grande gosto, porque esses jovens são excecionais, conseguem fazer os seus cursos e continuam a fazer desporto nestas condições, daí que eu tenha um grande orgulho porque consegui que eles crescessem dessa maneira saudável e profícua, porque completam rapidamente os seus cursos. Ainda há algum tempo eram tão pequeninos e agora já são licenciados. Faço isto com muito gosto e por me sentir útil à sociedade, não é bem numa vertente de missão, mas lá no fundo está esse objetivo de mudar o mundo.

Os apoios foram sempre escassos e agora vão rareando?Felizmente aqui em Alvito não acontece muito isso. As coisas estão bem coordenadas em termos económicos e financeiros nestas autarquias e, apesar das grandes quebras nas receitas vindas do Estado, as nossas autarquias vão garantindo um apoio suficiente para podermos cumprir a nossa missão. Gasta-se aquilo que é possível mas para fazer muito e ao menor custo. 

Fonte:  http://da.ambaal.pt

Eduardo Rodrigues quer a manutenção: Sinto orgulho nestes jogadores


 
 


O Aljustrelense está a recuperar posições na classificação e, nas hostes mineiras, ainda se pensa num lugar entre os seis primeiros da tabela garantindo a manutenção logo na primeira fase da prova.

Texto e foto Firmino Paixão

O percurso do Aljustrelense na 3.ª Divisão Nacional, neste tempo de contenção, não tem sido fácil. O treinador Eduardo Rodrigues assume ter conhecido previamente as dificuldades que iria encontrar, mas teve a coragem de não virar as costas ao desafio, apesar da fragilidade do plantel e de os resultados não estarem a corresponder às expetativas. Depois, houve oportunidade para fortalecer o grupo e, no último mês de competição, começaram a surgir os resultados, ou seja a equipa começou a pontuar até fora de casa e a recuperação na tabela é uma realidade. O treinador Eduardo Rodrigues ainda tem esperança que o executivo tricolor lhe disponibilize mais recursos, mas acredita que os objetivos possam ser alcançados ainda na primeira fase do campeonato.

Que balanço faz deste período em que esteve a liderar o Mineiro Aljustrelense?Foi importante que tivéssemos passado primeiro pela fase das grandes dificuldades. O futebol é fértil nessas coisas, mas não há muitas situações em que se resista à falta de resultados. Quando vim para o Aljustrelense sabia as limitações que vinha encontrar, tinha falado com os responsáveis do clube, que me puseram ao corrente dos constrangimentos e das dificuldades que o Aljustrelense atravessava. Depois as jornadas foram passando e os resultados não foram surgindo, na verdade passámos por um momento menos bom.

Entretanto a equipa já recebeu alguns reforços...Conseguimos alguns reforços que fortaleceram um pouco mais o plantel e deram mais alguma qualidade à equipa, mas também devemos sublinhar que temos aqui jogadores bastante experientes, que são da casa, que gostam do clube e que conseguem transmitir o que é a sua mística, e isso é um fator muito importante e determinante na união do grupo.

A equipa tinha uma base sólida que vive intensamente o Mineiro...Sim, e conseguimos construir um misto com mais qualidade, com os jogadores que vieram e com a experiência e, refira-se, não menos qualidade, dos que estavam cá dentro. Por exemplo o Estebaínha, Nuno Alves, Nelson Raposo, Paulo Serrão, Nuno Martins e o Duarte Patrício, todos eles são atletas da casa, têm sido jogadores incansáveis e tem ajudado bastante o nosso grupo.

E o que espera conseguir no futuro?Pela forma como as coisas correram no último mês e pelo que fizemos nesse período, sinto-me bastante orgulhoso com os meus jogadores. É verdade que podíamos ter ganho ao Fabril, mas entrámos mal no jogo e oferecemos meia parte ao adversário, sofrendo três golos nos primeiros dez minutos. Não é fácil dar a volta a estas coisas. Mas estou muito satisfeito com os meus jogadores, e pelo empenho que tenho sentido da sua parte parece-me que podemos acreditar que será possível recuperar um pouco mais. Temos que acreditar num futuro melhor.

Vai manter este plantel ou é ainda possível a vinda de mais reforços?O plantel continua desequilibrado. Temos alguma qualidade mas continuamos com desequilíbrios. Só temos dezasseis jogadores, mas durante este período de descanso vamos conversar e tentar melhorara a situação. Se houver possibilidade de melhorar será otimo, mas se não houver essa hipótese vamos trabalhar com a equipa que temos e que nos dá boas garantias para o futuro.

Acredita na manutenção do Mineiro?Sim, gostaria de trabalhar para assegurar a manutenção logo na primeira fase, entrando nos primeiros seis classificados, para ficarmos logo descansados. Mas se não conseguirmos esse importante objetivo certamente que o conseguiremos concretizar depois na segunda fase do campeonato.

O campeonato recomeça com uma deslocação a Lagoa, uma equipa que luta pelos mesmos desígnios...São duas equipas da mesma zona da tabela, que disputarão o jogo com alguns receios. Quem ganhar esse jogo ficará mais perto dos primeiros seis classificados da tabela, e nós vamos lá com esse pensamento porque as coisas nos têm saído bem fora de casa, pelo menos este ano. No novo ano espero que possamos entrar com o pé direito e que as coisas se resolvam logo favoravelmente para que, de uma vez por todas, comecemos a olhar para cima e não só a olhar para baixo

Fonte:  http://da.ambaal.pt/

Nelson Teixeira e os dio Sembrano Desportivo de Beja - "Plantel está a fazer o que lhe compete"

Com muitos anos de Desportivo de Beja, Nelson Teixeira não se lembra de um momento tão complicado como aquele que o clube enfrenta actualmente.
NELSON TEIXEIRA. Jogador-treinador do Desportivo de Beja lembra que serão sempre os sócios a ter a "última palavra" sobre o futuro do clube.
Com 36 anos de vida e quase uma década de serviços ao clube, Nelson Teixeira não se lembra de um momento tão complicado como aquele que o Desportivo de Beja enfrenta actualmente, onde a gestão está até Fevereiro de 2012 nas mãos de uma comissão administrativa e a equipa de futebol sénior é "obrigada" a jogar de forma gratuita.
   "Houve sempre algumas dificuldades no clube, mas uma situação como esta realmente ainda não tinha vivido", confessa ao "CA" o agora jogador-treinador da equipa. "Mas o gosto pelo clube faz-me – a mim e aos atletas que quiseram continuar no plantel – encarar esta situação com o intuito de dar o melhor pelo Desportivo de Beja. Sempre que vamos para dentro do campo, é com o intuito de representar um clube que tem 95 anos de história. E envergar aquela camisola tem de nos encher de orgulho", acrescenta.
   O brio subsiste, mas é certo que os últimos meses têm sido tudo menos fáceis para o emblema bejense: primeiro, em Outubro, viu o presidente Jorge Parente demitir-se e depois, já em Novembro, foi a vez do treinador Carlos Simão bater com a porta. "O mister Simão era o nosso pilar, era a pessoa que suportava o plantel. Os resultados fizeram com que ele atingisse o limite das suas forças, mas com a sua saída as coisas abanaram um pouco. E o plantel ficou um bocadinho perdido, sem saber o que poderia vir a acontecer", admite Nelson Teixeira.
   Desde então, é o próprio jogador quem tem assumido, em simultâneo, o cargo de treinador, que irá continuar a desempenhar, no mínimo, até Fevereiro de 2012, num compromisso assumido na passada semana com a actual comissão administrativa.
   "Acima de tudo, e tendo consciência do momento em que o Desportivo se encontra, quero ajudar o clube. Isso fez com que eu estivesse disponível para continuar nestas funções e vamos, todo o plantel, tentar dar algum alento à comissão administrativa", revela.
   Contudo, o futuro é tudo menos risonho para o emblema da rua do Sembrano. Dias negros que levam Nelson Teixeira a desdobrar-se em elogios aos seus colegas de equipa que aceitaram jogar no Desportivo de Beja até ao final da época de forma gratuita, apesar de haver ainda alguns subsídios em atraso e sem data concreta para a sua regularização. "A ideia que ficou no seio do plantel é de que teríamos de ser nós a dar alguma coisa ao clube nesta fase", enfatiza.
   Ao mesmo tempo, o jogador-treinador lembra que, neste momento, "quem tem a última palavra são os sócios". "São eles que têm de comparecer nas assembleias gerais e ajudar as pessoas que se disponibilizaram a constituir esta comissão administrativa. Quanto ao plantel, está a fazer aquilo que lhe compete: treinar durante a semana o melhor que pode, para ao domingo representar o clube de forma digna", conclui.
  
  
  
NELSON TEIXEIRA
   Jogador-treinador do Desportivo de Beja
  
   "A ideia que ficou no seio do plantel é de que teríamos de ser nós a dar alguma coisa ao clube nesta fase."
Fonte:  http://www.correioalentejo.com

S.C. BORBENSE: Acontecimento do Ano Borbense termina 2011 em 5º lugar!

O Acontecimento do Ano de 2011 no S.C. Borbense foi mesmo a grande conquista para a equipa sénior, o facto de ter conseguido chegar ao final deste ano num fantástico 5º lugar, bem acima dos alcançados nos ultimos anos.
Depois do Acontecimento do Ano de 2010 ter sido a eleição de Benjamim Espiguinha como novo Presidente do S.C. Borbense, este ano temos de destacar a melhoria da classificação da equipa senior do S.C. Borbense.
Para este resultado bastante positivo, tem de se destacar o trabalho feito pela direcção, tal como a prestação dos jogadores, mas sobretudo o trabalho feito pelo Mister Luis Canhoto, que chegou ao S.C. Borbense no final de 2010, mas em pouco tempo conseguiu impor os métodos de trabalho, a sua mentalidade e identidade, permitindo assim à equipa a melhoria nos resultados. É certamente um treinador que não se ficará por aqui, e poderá ambicionar a voos bem mais altos, tal como aconteceu enquanto jogador, e basta ouvir falar as pessoas que trabalham com ele mais directamente para ter a certeza disso mesmo. Mas se o futuro é importante, neste caso o mais importante mesmo é o presente e o Borbense tem de continuar a evoluir e a melhorar, aproveitando as enormes qualidades deste Treinador.


Na foto temos o plantel do S.C. Borbense na época 2011/2012

Final de Ano com 2 caras novas no plantel

Depois do Natal a nossa equipa regressou aos trabalhos na 3ª feira e realizou esta 5ª feira o ultimo treino de 2011. Os treinos desta semana ficaram marcados pela presença de 2 caras novas no plantel, o Brasileiro Gean Carioca e o camaronês Augustin Billa.

Gean Carioca chegou a Reguengos por empréstimo do Torreense e vai representar o Atlético até final desta época.
Gean Carlos Ferreira Pereira, conhecido no mundo do futebol por Gean Carioca visto ser natural do Rio de Janeiro, é ponta de lança tem 23 anos e  actuou na última temporada no Cascavel onde foi um dos destaques no Paraná de 2011. Projectado pelo América Futebol Clube onde brilhou ao lado da estrela Romário, Gean Carioca viveu a melhor fase da sua carreira no clube carioca, onde era apontado como a grande revelação.
O Brasileiro vem reforçar o ataque da nossa equipa com o objecivo de realizar uma boa época para poder regressar ao Torreense que na próxima temporada poderá estar a disputar a Liga Orangina (II Liga)  caso consiga a subida esta ano.

Relativamente ao camaronês Billa, a direcção está a evidenciar esforços para poder inscrever este jovem médio de 21 anos que já representou os Juniores do Benfica, passou pelo Rouen da II Liga de França e na presente temporada estava no Alta de Lisboa.

A contratação de Augustin Billa será anunciada no blogue logo que esteja confirmada.


A equipa regressa aos trabalhos na próxima 3ª feira e vai continuar a preparação da deslocação a Moura na próxima jornada do Campeonato a disputar no dia 8 de Janeiro.

SORTEIO DA TAÇA DISTRITAL DE JUNIORES DE FUTSAL



SORTEIO

CD Torpedos de Cabeção - Núcleo Futsal SIMM

A. Soujovem - Barbus

O sorteio ditou mais um derbi, a equipa dos Torpedos defronta a equipa do Núcleo nas meias-finais, no outro jogo a equipa de Borba defronta os jovens de Sousel.

A EQUIPA DE JUVENIS DO NÚCLEO FOI GOLEADA NAS ALCÁÇOVAS


Alcáçovas 7 - 3 Núcleo Futsal SIMM

Serra d´Ossa vai receber etapa do circuito mundial de Downhill skate

DR

A serra D´Ossa (Alentejo) foi o local escolhido para acolher pela primeira vez em Portugal, uma etapa do circuito mundial de downhill em skate.
Entre 16 e 18 de Agosto o Alentejo recebe os melhores “riders” do mundo, numa prova que vai contar também para o Campeonato Europeu.
A oportunidade surgiu graças à negociação bem sucedida das entidades nacionais com a International Gravity Sports Association - organizadora do campeonato mundial.
A modalidade é conhecida pela explosão de adrenalina e velocidade. Os praticantes lançam-se em corridas de estrada atingindo grandes velocidades, (por vezes acima dos 100km/h), e tendo como única base um skate de prancha longa (long board).

UNIÂO EMPATA EM ÉVORA EM JOGO PARTICULAR

M JOGO PARTICULAR


O União deslocou-se ontem a Évora para defrontar o Juv.Évora em jogo particular para encerrar o ano 2011.
Um jogo que teve bons momentos de futebol e que terminou com um empate a 1 golo, marcou primeiro o Juventude tendo depois Jorge Roque igualado para o União.
Os únicos ausentes foram Wigor, Fabricio por lesão, e Pedro Cardoso que se lesionou no aquecimento, estreia foi a do júnior Gonçalo na equipa e a dar uma resposta positiva.

Redondense 14-1 Foros da Fonte Seca

O Redondense alinhou de início com:
João Pita; Carlitos, Serra, Setúbal, Alexandre Matos; Luís Curado, Marcelo, Loukima; Vitor Borrego, Kelvin, Barry

Jogaram ainda:

Rui Panaça, Roberto, Tracanas, Luís Môcho, Farrapa, Leonel Levi, Fábio Carapinha, Hélio, Manuel do Carmo

Golos:

Loukima-2, Kelvin-2, Barry, Vitor Borrego, Luís Curado-2, Farrapa-2, Manuel do Carmo-4

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

CD Almodovar com novos jogadores



O Desportivo de Almodovar, nesta altura de transferências de Inverno, garantiu mais um reforço para reforçar o plantel de Carlos Estebainha, uma vez que a equipa este ano tem ficado aquém das expectativas, nesse sentido sentido a direção do clube Almodovarense contratou o médio experiente Nuno Martins que até aqui vinha a representar o Mineiro Aljustrelense, na 3ª Divisão Nacional, sabemos ainda que esta a ser ponderada a vinda de mais 2 jogadores, oriundos de Lagoa, onde se fala no nome de juelson, que na temporada passada, foi um dos jogadores em destaque no Campeonato, ao serviço do Rosairense.
Nuno Martins participou em apenas 7 jogos dos 22 já realizados:

Nome Completo:
Nuno Miguel Gracinhas Martins
Data de Nascimento:
24/04/1982
Posição:
Médio
Clube Atual:
Clube Desportivo de Almodovar

Mensagem de um Presidente !!!

Quero neste final de ano enviar uma mensagem a todos os dirigentes que fazem do Futsal a sua missão voluntária e permitem a muitos atletas o acesso à prática desta modalidade. Quero, igualmente, dirigir uma palavra de apreço a todos os indivíduos, entidades públicas e privadas que nos têm ajudado a concretizar este nosso sonho de manter em actividade uma equipa de futsal no nosso campeonato distrital.
Aos nossos jogadores, técnicos e demais amigos quero DESEJAR UM FELIZ ANO DE 2012 !!!

Um abraço do vosso Presidente.

"José Nobre"

crónica dos jogos contra o vila ruiva e conta o v.n.s. bento

Mudam-se os ventos, sente-se a vontade, mostram-se “os picos” e todos dizem TEMOS OURIÇOS!!!…e a VITÓRIA…acontece!

Hoje escrevo neste espaço aquilo a que denominei duas em uma…sim porque tenho estado ausente da escrita e por isso vou tentar de alguma forma repor as letras e a escrita no lugar ou se quiserem em ordem. A pedido de várias famílias, interessadas, vou então emitir aquilo que me vai na alma relativamente à modalidade e ao nosso clube – “Os Ouriços” nas últimas duas jornada já decorridas e que nos opuseram às equipas de Vila Ruiva (fora de casa) e ao VNSBento (em casa).

Quanto ao primeiro confronto quero apenas dizer que a nossa equipa foi mentalizada para vencer o seu primeiro triunfo fora de portas. E assim veio a acontecer com alguma naturalidade. As duas equipas lutaram com as “armas” que tinha nos seus planteis e saiu mais forte o GDCA levando vantagem sobre o seu rival.

Quero dirigir uma palavra de apreço e mérito para os rapazes de Vila Ruiva que apesar de todas as dificuldades conseguiram trazer uma equipa do concelho de Cuba ao nosso campeonato, por isso aqui fica o meu reconhecimento pelo trabalho desenvolvido por todos os elementos do clube de Vila Ruiva e desejo de muitos anos a lutar pelo futsal no nosso distrito.

Não podia deixar de falar do desafio, nos seus momentos, que para além do resultado final que nos favoreceu e deu margem de conforto para gerir a partida de forma mais segura e tranquila foi um belo jogo de futsal.

Quero realçar a chegada à nossa equipa do nosso guarda-redes que estava ausente há duas épocas e que se estreou a marcar um grande golo para a nossa equipa. Parabéns pelo regresso do Tiago que se veio juntar à nossa família dos Ouriços, que ele bem conhece. Esta época estão novos colegas mas a ambição é sempre a mesma….vencer! venha quem vier!!!!

Em resumo a história desta partida ficou marcada pelo resultado positivo que a equipa tanto procurava e conseguiu com naturalidade, frente a um adversário “novato” nestas andanças, mas nem por isso menos aguerrido e empenhado, foi um bom jogo de futsal, mais um protagonizado pela nossa equipa que tem feito excelentes jogos dando igualmente excelentes espectáculos de futsal onde quer que se desloque, ou seja a nossa equipa é uma das grandes responsáveis pelo bom futsal que se pratica no nosso campeonato. A prova disso está na forma como aborda a modalidade do futsal em todos os desafios realizados com todos os adversários, lutando até ao último segundo pela vitória, pelo resultado.

******************************fim de crónica************************************



“Valha-me” S.Bento……HÁ GRANDES OURIÇOS….!!!!

Jogar em casa contra o 2.º classificado do campeonato trazia responsabilidades acrescidas para o nosso team. Desde logo porque as probabilidades de vitória estavam do lado dos nossos adversários. Contudo o jogo ditou mais uma vez uma espectacular e emocionante partida de futsal como aliás o GDCA já nos vem habituando nesta temporada. Quem assistiu a esta partida viu futsal de alto nível e de ritmo alucinante. A nossa equipa esteve a maior parte do tempo na frente do marcador, mas o jogo estava tão intenso que os forasteiros ousaram empatar a partida…bem já se dizia nas bancadas….”empatas”….bem estou a brincar…foi aqui que a nossa equipa acusou a maior pressão e deixou que os visitantes passassem para a frente do marcador (4 a 5) este foi um período difícil para os meus ouriços…mas quando todos pensavam que o resultado estava feito eis que surge a reacção do GDCA e apostado em dar a volta ao resultado vai em busca da VITÓRIA…claro e foi isso que aconteceu a escassos segundos do fim fechamos as contas do jogo com 6 a 5 a favor dos OURIÇOS.

Tudo ao rubro, nas bancadas, nos bancos das duas equipas. Era a loucura de uma 2.ª parte imprópria para cardíacos. Toda a gente levantada nas bancadas em delírio completo, tal era a velocidade a que o jogo se desenrolava. Os jogadores no limite das suas forças, davam tudo por tudo para garantir a VITÓRIA para a sua equipa, mas ela haveria de sorrir, desta feita aos “miúdos” do mister Nuno Malpão…e que grande VITÓRIA!!! Justa, suada, sofrida, mas muito merecida!!!!

PARABENS ÀS DUAS EQUIPAS!!!!!

BOAS FESTAS A TODOS OS AMANTES E PRATICANTES DE FUTSAL DO NOSSO DISTRITO!
"Zé Nobre"

Jogo de Treino | Bairro da Conceição 1-5 CA Aldenovense

Fonte: http://aldenovense.blogspot.com/

Gavionenses contrata Guarda-redes Bruno Rodriguez

Mazo - treinador do Gavionenses

O guarda-redes Bruno Rodriguez é o mais recente reforço da equipa orientada por Mazo.

O jogador representava o UD Abrantina, equipa que milita na 2ª divisão - série A do campeonato distrital de Santarém. O contrato é válido até final da época.


O Gavionenses dobra o ano em 4º lugar no campeonato distrital de Portalegre, com 19 pontos, em igualdade pontual com o Campomaiorense (3º), e a um ponto dos líderes Fronteirense e Gafetense.

Gafetense perde João Santos e Leitão mas garante Nuno Coelho

Leitão mas garante Nuno Coelho


O Gafetense perdeu dois dos seus mais influentes jogadores. Trata-se de João Santos, médio de 26 anos, e Leitão, avançado de 22 anos.

Devido a motivos profissionais os dois atletas rumam ao estrangeiro.

João Santos, tal como Leitão, é natural de Portalegre e foi um dos mais carismáticos capitães do Estrela de Portalegre. Com a suspensão do futebol sénior do Estrela, em 2010, vinculou-se ao Gafetense.
A título de curiosidade João Santos e Leitão são apenas dois dos mil portugueses que emigraram em 2011.
Para colmatar estas saídas, a equipa orientada por Pedro Canário garantiu a contratação de Nuno Coelho, ex-Eléctrico Ponte Sôr. Um jogador experiente, de 33 anos, que passou por vários clubes, em difrentes divisões: Estrela Portalegre, Espinho, Paredes, FC Crato, ou mais recentemente Eléctrico.
Gafetense e Fronteirense, com 20 pontos, estão na frente do campeonato distrital de Portalegre, mas os alvi-negros têm menos um jogo.

Jogo dos juvenis termina aos 20-0

O Redondense recebeu ontem à noite o Rosário em jogo em atraso do campeonato e vencia por 20-0 na segunda parte quando a equipa do Rosário decidiu abandonar o jogo.
Uma vez que o jogo não terminou resta agora saber qual será a decisão da Associação de Futebol de Évora em relação a este jogo.

Redondense vence Borbense

O Redondense deslocou-se ontem a Borba para realizar um jogo-treino com a equipa local tendo vencido por 3-0.
O Redondense entrou totalmente dominador na primeira parte e o primeiro golo surgiria por intermédio de Manuel do Carmo.
A primeira parte do jogo só teve 35 minutos e terminou com o Redondense a vencer por 1-0.
Na segunda parte o técnico Paulo Sousa trocou quase toda a equipa e o Redondense marcaria mais dois golos por intermédio de Kelvin terminando o jogo com o resultado final de 3-0.
Hoje às 20h00 haverá novo jogo no Campo do Calvário frente aos Foros.

O Redondense alinhou de início com:

Rui Panaça; Carlitos, Setúbal, Roberto, Luís Môcho; Tracanas, Leonel Levi, Marcelo; Vitor Borrego, Hélio, Manuel do Carmo.

Jogaram ainda:

João Pita, Serra, Alexandre Matos, Luís Curado, Loukima, Farrapa, Fábio Carapinha, Kelvin, Barry

Borbense perde com Redondense em jogo amigável

A equipa senior do S.C. Borbense recebeu ontem à noite no Municipal de Borba a equipa do Redondense e acabou derrotada por 0-3 em mais um jogo de preparação.
Aproveitando a enorme pausa natalicia tanto nos Campeonatos Nacionais, como nos Campeonatos Distritais, os técnicos dos dois clubes entenderam ser importante a realização de um jogo-treino e assim os jogadores não pararem.
Este foi o segundo jogo de preparação entre estas duas equipas no que vai de época, pois já a meio de Novembro o S.c. Borbense tinha visitado a Vila de Redondo para defrontar a equipa do Mister Paulo Sousa, com o resultado a ter sido favorável à equipa da casa por 5-1.
Mas nestes jogos o mais importante nem é o resultado, e por isso foram dois jogos em que os técnicos ficaram satisfeitos e continuam a trabalhar as suas equipas da melhor forma para alcançarem os objectivos que traçaram no inicio da época.

Condolências


O Grupo União Sport ao tomar conhecimento da morte do Sr. Carlos Alberto Batista, sócio mais antigo do nosso União, onde exerceu cargos de responsabilidade, entre eles o de Presidente da Direcção deste Clube decidiu : fazer representar-se no seu funeral, e solicitar á Associação de Futebol de Évora e Federação Portuguesa de Futebol um minuto de silêncio em todas as provas em que o Grupo União Sport irá participar, no fim de semana de 07 e 08 de Janeiro de 2012 e enviar á esposa e restantes familiares sentidas condolências da familia Unionista.

A Direcção

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Novidades nos Juvenis do CAAldenovense

O Jogador Miguel Madaleno que representou os Juvenis do Moura Atletico Clube acaba de ser confitmado como reforço do Clube Atletico Aldenovense na categoria de Juvenis, boa sorte é o que desejamos a este jogador.

Mexidas nos plantéis

Os clubes que representam o distrito de Beja nos Campeonatos Nacionais de Seniores aproveitaram esta paragem no campeonato para realizar alguns ajustes nos seus plantéis.
Começando pelo Moura AC que disputa a 2º Divisão Nacional - Zona Sul, foram várias as entradas e saídas. No que toca as saídas destaque para a do internacional guiniense Pavel Vieira, que abandonou Moura com destino ao CA Pêro Pinheiro que disputa a 3º Divisão Nacional, antes de Pavel já haviam sido confirmadas as saídas de Hugo Firmino que ao que tudo indica já não irá representar o Torreense, Mário Verdades que regressou ao distrital para representar o CF Vasco da Gama e de Ivo Cruz que irá também representar um clube do nosso distrital mas no caso o FC Serpa. Quanto a entradas encontra-se confirmadas as entradas de Bruno Gomes (que alinhou no último jogo de 2011 já com a camisola do Moura AC) que regressou ao clube que tinha abandonado no início da temporada, Artur Lourenço que chegou do GDR Monsanto e também de Hugo Seixas que chega à cidade salúquia por empréstimo SC Beira-Mar. O jogador de 20 anos encontrava-se emprestado no GDR Monsanto.
Passando agora para a 3º Divisão Nacional - Série F, onde o SCM Aljustrelense e o Despertar SC tentam fugir aos últimos lugares da classificação. O SCM Aljustrelense depois de um início bastante complicado, conseguiu construir uma equipa cujos jogador não foram aqui todos anunciados a quando da sua chegada e serão agora aqui falados. O último reforço da equipa foi o médio de 21 anos Bruno Mendes, que conta com passagens pelo Alverca, Nacional da Madeira, Machico e Macedo de Cavaleiros. Continuando a lista de reforços apresentamos agora Aragão guarda-redes de 21 anos que se encontra-se no Badajoz, Vandi de 27 anos que se encontrava ligado contratualmente com o Portimonense embora na último temporada estivesse estado ao serviço do Lagoa por empréstimo, Jacará defesa de 30 anos que conta com passagem pela formação do Sporting CP, o jovem brasileiro Marcos que representava o Aguiar da Beira, Carlos Borges médio de 24 anos que representava o Mirandela, Paulo David de 22 anos que representava o Pescadores da Caparica, Bruno Conduto, que tem sido um dos jogadores em destaque na equipa de Aljustrel, vindo do Portosantense, o avançado Diamantino de 23 anos que chegou vindo do Operário dos Açores e por fim o também avançado Marcos Rios que chegou do Machico. Durante o decorrer desta metade da temporada abandonaram o clube os jogadores Romeu que se transferiu para o Mondinense e Freddy que assinou pelo Vitória Sernache.
Para terminar esta análise as transferências das equipas do nacional falta falar do Despertar SC. Até agora são conhecidos três reforços de inverno no clube de Beja. Ricardo Argente que representava o Atlético de Reguengos, depois de se ter encontrado a treinar pelo Moura AC, é avançado e tem 19 anos, juntamente com Argente chegou outro jovem Ricardo Calado que representava o SC Farense. Calado é defesa e tem 20 anos. Para a baliza foi contratado o guarda-redes Miguel Custódio que representava o CF Vasco da Gama. Saíram do clube os jogadores Igor Conceição que assinou pelo CA Aldenovense e Luís Torpes que irá representar o Ferróbico.

Ricardo Argent novo reforço do Despertar SC

O Jogador Ricardo Argent ex A Reguengos  que já jogou contra o Redondense na ultima jornada do Campeonato Nacional da 3º Divisão deste Ano de 2011, é para já um dos reforços deste equipa bejense, boa sorte para ele é o que lhe desejamos.

Ajude o FC Serpa

A direcção do Futebol Clube de Serpa lançou um pedido online, com o intuito de comprar um nova carrinha de nove lugares para o clube.
Este pedido surge no seguimento dos atos de vandalismo que a carrinha do FC Serpa foi alvo.
Nós Desporto no Alentejo apoiamos a causa porque este Clube bem merece o respeito e o carinho de todos vamos ajudar o FCSerpa

Transferências para jogadores amadores utilizados

Conforme o n.º 7 do ponto F do RPO da AF Beja, o pedido de transferência a meio da época para jogadores amadores que já tenham sido utilizados na presente época, deve dar entrada nesta Associação até ao dia 30 de Dezembro de 2011 (Sexta-feira).
Fonte: www.AFBeja.com