quinta-feira, 31 de maio de 2012

Euro'2000 (Bélgica e Holanda)

TREZEGUET HERÓI GAULÊS COM GOLO DE OURO

Foi o primeiro Europeu da história a ser organizado por dois países. Apesar de alguma contestação e dúvidas sobre o sucesso que poderia ter, os resultados foram positivos, pelo que as edições deste ano e de 2012 vão repetir a fórmula. Portugal foi uma das grandes revelações da prova, mesmo perante a presença de fortes adversários como Inglaterra, Alemanha e Roménia.
Depois de terminar o grupo apenas com vitórias, Portugal eliminou a Turquia e só foi eliminado em Bruxelas pela França, após prolongamento, num jogo que ficou marcado pela mão assinalada a Abel Xavier. Entre os países organizadores, a Bélgica foi afastada na fase de grupos, enquanto a Holanda só perdeu nas grandes penalidades frente à Itália nas meias-finais.
Na final, França-Itália, a "squadra azzurra" esteve a um curto espaço de conseguir o triunfo, mas um providencial golo de Wiltord em cima da hora levou o jogo para prolongamento, onde Trezeguet acabaria por decidir o desfecho da partida com um "golo de ouro".
Curiosidades
• Pela primeira vez na história, a organização do Europeu foi conjunta (Bélgica e Holanda).
• O árbitro português Vítor Pereira foi um dos escolhidos para a prova.
• Houve duas partidas com sete golos: Holanda-Jugoslávia (6-1) e Espanha-Jugoslávia (4-3).
• Houve 21 golos nas quatro partidas da selecção jugoslava.
• Patrick Kluivert (Holanda) e Savo Milosevic (Jugoslávia) foram os melhores marcadores da prova.
• Pela primeira vez, o campeão do mundo venceu o Europeu seguinte (França).

Portugal na qualificação
Com Roménia, Eslováquia, Hungria, Azerbaijão e Liechtenstein no grupo, acabou por ser a primeira selecção a disputar o apuramento com Portugal até à última. Com um empate na Roménia e derrota nas Antas, Portugal acabou por perder o primeiro lugar, mas garantiu o apuramento directo por ser o melhor segundo classificado: 23 pontos em 10 jogos. À semelhança do apuramento para 1996, a celebração foi feita em casa, no Estádio da Luz. A Selecção Nacional necessitava de vencer a Hungria e não facilitou, repetindo os mesmos 3-0 com que tinha batido a República da Irlanda quatro anos antes.

RESULTADOS
Grupo A
• Alemanha-Roménia, 1-1 (Scholl 28'; Moldovan 5')
• Portugal-Inglaterra, 3-2 (Figo, João Pinto 37', Nuno Gomes 59'; Scholes 3', McManaman 18')
• Roménia-Portugal, 0-1 (Costinha 90')
• Inglaterra-Alemanha, 1-0 (Shearer 53')
• Inglaterra-Roménia, 2-3 (Shearer 41' gp, Owen 45'; Chivu 22', Munteanu 48', Ganea 89' gp)
• Portugal-Alemanha, 3-0 (Sérgio Conceição 35', 54', 71')

Classificação
- Portugal, 9 pontos/3 jogos
- Roménia, 4/3
- Inglaterra, 3/3
- Alemanha, 1/1

Grupo B
• Bélgica-Suécia, 2-1 (Goor 43', Emile Mpenza 46'; Mjällby 53')
• Turquia-Itália, 1-2 (Okan 62'; Conte 52', Inzaghi 70' gp)
• Itália-Bélgica, 2-0 (Totti 6', Fiore 66')
• Suécia-Turquia, 0-0
• Turquia-Bélgica, 2-0 (Hakan Sukur 45', 70')
• Itália-Suécia, 2-1 (Di Biagio 39', Del Piero 88'; Larsson 77')

Classificação
- Itália, 9 pontos/3 jogos
- Turquia, 4/3
- Bélgica, 3/3
- Suécia, 1/3

Grupo C
• Espanha-Noruega, 0-1 (Iversen 65')
• Jugoslávia-Eslovénia, 3-3 (Milosevic 67', 73', Drulovic 70'; Zahovic 23', 57', Pavlin 52')
• Eslovénia-Espanha, 1-2 (Zahovic 59'; Raúl 4', Etxebarria 60')
• Noruega-Jugoslávia, 0-1 (Milosevic 8')
• Jugoslávia-Espanha, 3-4 (Milosevic 30', Govedarica 50', Komljenovic 75'; Alfonso 38', 90', Munitis 51', Mendieta 90')
• Eslovénia-Noruega, 0-0

Classificação
- Espanha, 6/3
- Jugoslávia, 4/3
- Noruega, 4/3
- Eslovénia, 2/3

Grupo D
• França-Dinamarca, 3-0 (Blanc 16', Henry 64', Wiltord 90')
• Holanda-República Checa, 1-0 (Frank de Boer 89' gp)
• República Checa-França, 1-2 (Poborsky 35'; Henry 7', Djorkaeff 60')
• Dinamarca-Holanda, 0-3 (Kluivert 57', Ronald de Boer 66', Zenden 77')
• Dinamarca-República Checa, 0-2 (Smicer 64', 67')
• França-Holanda, 2-3 (Dugarry 8', Trezeguet 31'; Kluivert 14', Frank de Boer 51', Zenden 59')

Classificação
- Holanda, 9 pontos/3 jogos
- França, 6/3
- República Checa, 3/3
- Dinamarca, 0/3

Quartos-de-final
• Turquia-Portugal, 0-2 (Nuno Gomes 44', 56')
• Itália-Roménia, 2-0 (Totti 33', Inzaghi 43')
• Holanda-Jugoslávia, 6-1 (Kluivert 24', 38', 54', Govedarica 51' ag, Overmars 78', 90'; Milosevic 90'+1)
• Espanha-França, 1-2 (Mendieta 38'; Zidane 32', Djorkaeff 44'

Meias-finais
• França-Portugal, 2-1 (Henry 51', Zidane 117'; Nuno Gomes 19')
• Itália-Holanda, 0-0 (3-1 gp)

Final
• França-Itália, 2-1 (Wiltord 90', Trezeguet 103'; Delvecchio 55')

Melhores marcadores
5 - Patrick Kluivert (Holanda) e Savo Milosevic (Jugoslávia)

Fonte:  http://www.record.xl.pt

Campeões do Passado Epocas 1970/1975

1969/1970: Moura Atletico Clube
1970/1971: Futebol Clube de Serpa
1971/1972: Sport Clube Mineiro Aljustrelense
1972/1973: Moura Atlético Clube
1973/1974: Sport Clube Odemirense
1974/1975: Moura Atlético Clube
Continua...

Glorias do Passado e recente

(Carlos Alberto Teixeira Costa,21/5/57,Pereira d`Eça-Angola)
Avançado
 

















74/75-Belenenses-------------jun.

75/76-Belenenses-------------jun.
76/77-União Montemor---------II

77/78-Belenenses-------------I

78/79-Esperança Lagos--------III

79/80-Esperança Lagos--------III
80/81-Esperança Lagos
--------III

81/82-Esperança Lagos--------II
82/83-Marítimo---------------I

83/84-Cova da Piedade--------II
84/85-Estoril----------------II
85/86-Silves-----------------II

86/87-Louletano--------------III
87/88-Silves-----------------
II
88/89-Silves-----------------
II
89/90-Esperança Lagos--------III

90/91-Odemirense-------------Dist.






Angolano de nascimento,Nanino fez a maior
parte da sua carreira de avançado em clubes
algarvios com passagens também pelo Alentejo.
Foi no Esperança de Lagos que Nanino começou
a dar nas vistas,como um avançado de forte
remate e bom jogo de cabeça,tendo sido
contratado pelo Marítimo para jogar na
Divisão.
Nanino fez boas temporadas também no Silves
e foi Campeão da 3ª Divisão com o Louletano
em 86/87.
No final da carreira ainda ajudou o Esperança
a subir á 2ª Divisão B em 89/90.



















Nanino,o 2º em cima,da esquerda,"á civil",no inicio da época de 80/81





















Nanino,o 3º da esquerda,no Cova da Piedade em 83/84


















Nanino,o 2º em baixo,da esquerda,no Estoril em 84/85




















Nanino,o 2º em baixo,da esquerda,no Silves em 85/86


















Nanino,o 5º em baixo,da esquerda,Campeão da 3ª Divisão com o Louletano em 86/87




















Nanino,o 4º em cima,da esquerda,no Odemirense em 90/91,já no fim da carreira
Fonte:  http://algarvalentejo.blogspot.pt/

2º Torneio Internacional de Futebol feminino

Reunião de 30/05/2012!

O Administrador do Blogue na tarde de hoje reuniu com o Coordenador Desportivo, Carlos Borralheira e com a Diretora Mariana Braz, onde foi formalizado um convite por parte do Blogue para que a Fundação Inatel se fizesse representar na I Festa DistritalBeja / InatelBeja em Ferreira do Alentejo no próximo dia 2 de Junho de 2012 a partir das 21 horas.
Confesso que á partida as esperanças eram muitas, mas uma vez que se estão a disputar as Fases Finais das Diversas Modalidades da Inatel, os Diretores da Fundação Inatel não sabem ainda se irão marcar presença neste evento que ao todo engloba mais de 350 nomeados e onde são esperadas muitas dezenas de convidados todos eles do conhecimento do público geral. Na qualidade de Administrador deste projeto seria uma honra ter alguém da Inatel a representar este Campeonato.

Ainda sobre a festa posso avançar alguns dos nomes já confirmados:
  • João Aurélio (Jogador do Nacional da Madeira)
  • Veiga Trigo (Antigo Árbitro)
  • Acácio Santos (Comentador Sport TV)
  • João Vargas (Treinador dos Iniciados do Sporting Clube de Portugal)
  • Francisco Agatão (Treinador do Operário dos Açores)
  • Ricardo Catchana (Jogador do APOP - Chipre)
  • José Saúde (Antigo Jornalista)
  • Carlos Gonçalves (Gerente da Empresa SportMais)
  • Entre muitos outros que por agora não se podem revelar, pois não teria o mesmo impacto !

Programa da I Festa DistritalBeja/InatelBeja!

Conheçam em primeira mão o alinhamento desta I Festa Distrital Beja/SportMais, que se realiza no dia 2 de Junho pelas 21 Horas na Casa do Povo de Ferreira do Alentejo.
21 Horas - Inicio da Festa com:
- Entrega de Prémios ás 25 Jovens Promessas do Distrito de Beja 
- Entrega de Prémios no Escalão de Juvenis 
- Entrega de Prémios no Escalão de Juniores
- Intervenção Musical com "Os Bubedanas" * 1 música
- Entrega de Prémios do Campeonato Distrital de Futebol Feminino 
- Entrega de Prémios do Campeonato Distrital de Futsal 
- Entrega de Prémios do Campeonato Distrital da Inatel de Beja 
- Intervenção Musical com "Os Bubedanas" * 1 música
- Homenagens a 3 figuras ligadas ao Mundo do Futebol 
- Intervenção Musical com "Os Bubedanas" * 1 música
- Entrega de Prémios do Campeonato da 2ª Divisão Distrital 
- Entrega de Prémios aos Árbitros (Associação de Futebol Beja e Inatel) 
- Entrega de Prémios do Campeonato da 1ª Divisão Distrital 
**********
- Concerto Musical com Bluff Covers

ENTRADA: 1,50€ (FICA DESDE LOGO HABILITADO A UM SORTEIO PARA UM FIM-DE-SEMANA PARA DUAS PESSOAS NUMA UNIDADE HOTELEIRA NO ALGARVE

Desportivo da Sete em Torneio de Futsal!

Muitas das equipas que esta temporada participaram no Campeonato Distrital da Inatel estão agora num período de Férias, mas no Desportivo da Sete isso parece não acontecer.
O Desportivo da Sete irá estar presente no Torneio de Futsal de Almodôvar, que se inicia no dia 4 de Junho de 2012 e irá até ao final desse mesmo mês, numa organização da SA Almodovarense.
O clube do Concelho de Castro Verde levará para este torneio os seguintes jogadores: Celso, Brissos, Fábio Nunes, Rafael Luz, João Pedro Serralha, José António, Bibiu, André Zirga, Bolinha e ainda André Aires.
Segundo Lina Guerreiro, presidente do Desportivo da Sete o principal objectivo passa por alcançar o meu lugar no torneio e por honrar a imagem do clube.

Sub 14 em Oriola frente a Beja



A Selecção de Sub 14 de Évora vai realizar este sábado o primeiro jogo amigável frente à selecção de Beja. A partida decorrerá em Oriola no novo relvado sintético local. Na convocatória dos eborenses estão os 4 Juventudistas, Mário Silvestre, João Ilhéu, Vitor Hugo e Luis Ramos. Estes atletas voltarão a treinar na Silveirinha na segunda feira pelas 19:30.
A selecção de sub 14 prepara o Torneio Lopes da Silva que se realizará nos Açores no mês de Junho.

Época 2011/12 - Camadas Jovens

Na semana seguinte ao fim de todos os Campeonatos de Camadas Jovens da Associação de Futebol de Évora, o blog da Força Azul lança aqui, à semelhança da época passada, uma noticia com o pódio em cada escalão para que as pessoas possam analisar e comentar a prestação das formações dos clubes nesta ultima época.
Como é obvio, todas estas equipas vão também ser distinguidas na 6ª Gala do Futebol Distrital, no entanto também podem e devem ser enaltecidas aqui neste espaço.
Ao analisar as classificações em todos os escalões, podemos ver que os grandes dominadores desta época na Formação de Futebol do nosso distrito foram o Estrela de Vendas Novas e sobretudo o Lusitano de Évora, que conseguiu 3 titulos e um segundo lugar.

Campeonato Distrital de Benjamins:


1º- Lusitano Évora. . . . . CAMPEÃO

2º- Atlético Reguengos
3º- C.F. Estremoz

Campeonato Distrital de Infantis:


1º- Lusitano Évora . . . . CAMPEÃO

2º- Redondense
3º- Calipolense

Campeonato Distrital de Iniciados:


1º- Estrela Vendas Novas . . . . CAMPEÃO

2º- Lusitano Évora
3º- S.C. BORBENSE

Campeonato Distrital de Juvenis:


1º- Lusitano Évora . . . . CAMPEÃO

2º- Juventude Évora
3º- Redondense

Campeonato Distrital de Juniores:


1º- Estrela Vendas Novas . . . . CAMPEÃO

2º- L.C.D. Arraiolense
3º- Juventude Évora

Futebol 7 - Seniores Femininos

Terminada que está toda a competição oficial de futebol 7 - Seniores Femininos - AF Portalegre, deixamos um registo resumo da época:

Campeão Distrital 2011/12:

AD Bairro das Caixas


Classificação final:

11pts  AD Bairro das Caixas
11pts  CD Portalegrense 1925
08pts  SC Campomaiorense
02pts  GDR Gafetense

Ranking de melhor ataque:

12 golos   SC Campomaiorense
10 golos   AD Bairro das Caixas
07 golos  CD Portalegrense 1925
02 golos  GDR Gafetense

Ranking de melhor defesa:

02 golos  CD Portalegrense 1925
04 golos  AD Bairro das Caixas
05 golos  SC Campomaiorense
20 golos  GDR Gafetense

Ranking individual de marcadores:

05 golos

Ana Gama - SC Campomaiorense

04 golos

Vanessa Almeida - CD Portalegrense1925

03 golos

Paula Jangita - SC Campomaiorense

02 golos

Inês Rasquilha - AD Bairro das Caixas
Patricia Escaleira - AD Bairro das Caixas
Inês Silva - CD Portalegrense 1925
Maria Galindra - SC Campomaiorense

01 golos

Tânia Silva - AD Bairro das Caixas
Sandra Cabana - AD Bairro das Caixas
Ângela Vieira - AD Bairro das Caixas
Raquel Mourão - AD Bairro das Caixas
Beatriz Dias - AD Bairro das Caixas
Andreia Calhau - AD Bairro das Caixas
Neuza Vaz - SC Campomaiorense
Maria Abreu - SC Campomaiorense
Bárbara Silva - GDR Gafetense
Paula Batista - GDR Gafetense


Vencedor da Taça AF Portalegre 2011/12:

SC Campomaiorense



Vencedor da Supertaça AF Portalegre 2011/12:

AD Bairro das Caixas

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Feminina Sub-18: Estágio fecha época

O Complexo Desportivo do Jamor acolherá o estágio de observação da Selecção Nacional Feminina Sub-18, que decorrerá entre os dias 4 e 7 de Junho e encerrará a presente época desportiva.
Para estes quatro dias de trabalho, o Treinador Nacional, José Paisana, contará com um grupo de 35 jogadoras que cumprirão seis sessões de treino.
Eis a lista de convocadas:
Bobadelense: Bárbara Reis;
CD Checul: Inês Sousa;
Casa Povo Martim: Madalena Lopes;
CF Benfica: Catarina Ferreira e Maria Inês Andrada;
CA Ouriense: Anais Oliveira, Jéssica Pastilha e Mariana Coelho;
Escola FF Setúbal: Carina Pintado e Marta Vaz;
Escola FC: Inês Aguiar;
Fundação D. Laura Santos: Joana Maia;
FC Bourges: Ketlyn Martins;
FC Cesarense: Andreia Norton;
FCF Rapid Lugano: Vanessa Mesquita;
Forjães SC: Mariana Azevedo;
GS Loures: Nádia Almeida;
GD A-dos-Francos: Catarina Lopes e Matilde Figueiras;
GD Apel: Fátima Pinto;
GD Oliveira Frades: Tânia Costa;
MD Eirolense: Carolina Pinto e Cristiana Lopes;
Montpellier HSC: Marine de Sousa;
Ourique DC: Joana Assunção;
Padernense Clube: Joana Cabrita;
Palmelense FC: Oriana Fernandes;
PSG: Marina de Almeida;
SM Murtoense: Catarina Almeida;
SU 1º Dezembro: Maria Baleia e Sara Ribeiro;
SC Freamunde: Raquel Morais e Sara Brasil;
SC Odemirense: Marta Bernardo;
União Ferreirense: Juliana Almeida.
Programa de actividades
04.06.2012 | Segunda-feira
18h00 –
Treino Estádio Nacional (Campo 3)
05.06.2012 | Terça-feira
10h00 –
Treino Estádio Nacional (Campo 4)
18h00 – Treino Estádio Nacional (Campo 3)
06.06.2012 | Quarta-feira
10h00 –
Treino Estádio Nacional (Campo 4)
18h00 – Treino Estádio Nacional (Campo 3)
07.06.2012 | Quinta-feira
10h00 –
Treino Estádio Nacional (Campo 4)
Fonte:  http://www.fpf.pt

Euro'96 (Inglaterra)

ALEMANHA CONQUISTA TRI NO BERÇO DO FUTEBOL

"O futebol está de regresso a casa". Foi desta forma que os ingleses festejaram de forma efusiva a organização do Europeu, precisamente 30 anos depois da organização do Mundial, em que a selecção britânica saiu vencedora.
Com a campeã em título (Dinamarca) no grupo de Portugal, os ingleses queriam ter o mesmo sucesso do que em 1966. Desta forma, a eliminação nas meias-finais com a Alemanha, finalista vencida em 66, no desempate por grandes penalidades, foi uma enorme desilusão.
Portugal conseguiu mais uma vez passar a fase de grupos, mas baqueou nos quartos-de-final, devido ao famoso chapéu de Karel Poborsky a Vítor Baía. A República Checa, que se estreava na prova depois do desmembramento, foi a grande surpresa chegando a estar a vencer na final frente à Alemanha. Contudo, Oliver Bierhoff saiu do banco para restabelecer a igualdade e marcar o golo de ouro no prolongamento.
A Alemanha conquistava assim o terceiro título europeu em cinco finais. Foi a primeira prova disputada com 16 selecções.
Curiosidades
• Bierhoff saiu do banco para bisar e decidir a primeira final através do Golo de Ouro.
• Portugal, eliminado nos quartos-de-final, conseguiu a segunda participação.
• Alan Shearer (Inglaterra) foi o melhor marcador, com 5 golos.
• Os dois jogos das meias-finais foram decididos através de grandes penalidades.
• A República Checa chegou à final na estreia da selecção enquanto República Checa.
• Portugal afastou a campeã em título, Dinamarca, no grupo D.

Portugal na qualificação
A campanha de apuramento para o Europeu de Inglaterra marcou definitivamente o regresso de Portugal aos palcos das fases finais, já que desde então não voltou a falhar o apuramento. Com República da Irlanda, Irlanda do Norte, Áustria, Letónia e Liechtenstein, a Selecção Nacional teve um início de prestação praticamente perfeito com seis vitórias nos sete primeiros jogos, perdendo apenas na República da Irlanda. Com a possibilidade de garantir o apuramento desde logo, Portugal empatou com Irlanda do Norte e Áustria, adiando tudo para a última partida, no Estádio da Luz frente à República da Irlanda. A vitória por 3-0, coroada com um grande golo de Rui Costa, lançou Portugal na Europa.

RESULTADOS
Grupo A
• Inglaterra-Suíça, 1-1 (Shearer 23'; Türkyilmaz 84' gp)
• Holanda-Escócia, 0-0
• Suíça-Holanda, 0-2 (Cruyff 66', Bergkamp 79')
• Escócia-Inglaterra, 0-2 (Shearer 53', Gascoigne 79')
• Escócia-Suíça, 1-0 (McCoist 36')
• Holanda-Inglaterra, 1-4 (Kluivert 78'; Shearer 23' gp, 57', Sheringham 51', 62')

Classificação
- Inglaterra, 7 pontos/3 jogos
- Holanda, 4/3
- Escócia, 4/3
- Suíça, 1/4

Grupo B
• Espanha-Bulgária, 1-1 (Alfonso 74'; Stoichkov 65' gp)
• Roménia-França, 0-1 (Dugarry 25')
• Bulgária-Roménia, 1-0 (Stoichkov 3')
• França-Espanha, 1-1 (Djorkaeff 49'; Caminero 86')
• França-Bulgária, 3-1 (Blanc 21', Penev 63' ag, Loko 90'; Stoichkov 69')
• Roménia-Espanha, 1-2 (Raducioiu 29'; Manjarín 11', Amor 84')

Classificação
- França, 7 pontos/3 jogos
- Espanha, 5/3
- Bulgária, 4/3
- Roménia, 0/3

Grupo C
• Alemanha-República Checa, 2-0 (Ziege 26', Möller 32')
• Itália-Rússia, 2-1 (Casiraghi 5', 52'; Tsymbalar 21')
• República Checa-Itália, 2-1 (Nedved 14', Bejbl 35'; Chiesa 18')
• Rússia-Alemanha, 0-3 (Sammer 56', Klinsmann 77', 90')
• Rússia-República Checa, 3-3 (Mostovoi 49', Tetradze 54', Beschastnykh 85'; Suchoparek 5', Kuka 19', Smicer 88')
• Itália-Alemanha, 0-0

Classificação
- Alemanha, 7 pontos/3 jogos
- República Checa, 4/3
- Itália, 4/3
- Rússia, 1/3

Grupo D
• Dinamarca-Portugal, 1-1 (Brian Laudrup 22'; Sá Pinto 53')
• Turquia-Croácia, 0-1 (Vlaovic 86')
• Portugal-Turquia, 1-0 (Fernando Couto 66')
• Croácia-Dinamarca, 3-0 (Suker 53' gp, 90'; Boban 81')
• Croácia-Portugal, 0-3 (Figo 4', João Pinto 33', Domingos 82')
• Turquia-Dinamarca, 0-3 (Brian Laudrup 50', 84', Nielsen 69')

Classificação
- Portugal, 7 pontos/3 jogos
- Croácia, 6/3
- Dinamarca, 4/3
- Turquia, 0/3

Quartos-de-final
• Inglaterra-Espanha, 0-0 (4-2 gp)
• Holanda-França, 0-0 (4-5 gp)
• Alemanha-Croácia, 2-1 (Klinsmann 20' gp, Sammer 59'; Suker 51')
• República Checa-Portugal, 1-0 (Poborsky 53')

Meias-finais
• França-República Checa, 0-0 (5-6 gp)
• Inglaterra-Alemanha, 1-1 (5-6 gp) (Shearer 3'; Kuntz 6')

Final
• Alemanha-República Checa, 2-1 (Bierhoff 73', 95'; Berger 59' gp)

Melhor marcador
5 - Alan Shearer (Inglaterra)

Fonte:  http://www.record.xl.pt/

Euro'92 (Suécia)

SUPERIORIDADE NÓRDICA NA VITÓRIA MAIS INESPERADA

Do ponto de vista da emoção e da imprevisibilidade, o Europeu da Suécia, em 1992, foi o mais espectacular de sempre. Sem preparação para a prova, a Dinamarca acabou por ser convidada para integrar o grupo A, onde também estavam a Suécia, a França e a Inglaterra.
A tarefa não era fácil, mas a proximidade geográfica, o forte apoio dos adeptos e a simpatia que conseguiu devido ao chamamento de última hora, acabaram por levar a Dinamarca ao título europeu. Com apenas nove golos nos seis jogos do grupo A, a selecção sueca acabou por vencer, seguido da Dinamarca que fez apenas três pontos.
No outro grupo, Holanda e Alemanha confirmaram o favoritismo, especialmente tendo em conta que a organização da antiga União Soviética, que participou enquanto Comunidade dos Estados Independentes, não era favorável, devido ao delicado contexto político que se vivia no rescaldo do desmembramento das repúblicas soviéticas socialistas.
Na primeira meia-final, o país organizador, a Suécia, foi afastada pela Alemanha (2-3), numa partida em que o avançado Karl-Heinz Riedle brilhou ao apontar dois golos. Depois do feito de ultrapassar a fase de grupos, a Dinamarca tinha pela frente a actual campeã em título: a Holanda. Os objectivos estavam mais que superados, mas Henrik Larsen (o dinamarquês) bisou na partida e esteve perto de garantir a vitória nos 90 minutos, não fosse o tento de Rijkaard a quatro minutos do final. No desempate por grandes penalidades, o herói de 1988 tornou-se no vilão de 1992, já que Van Basten foi o único a não conseguir converter a grande penalidade.
Na final, frente à Alemanha, a Dinamarca era já uma selecção seguida por todos e vista com grandes hipóteses de conquistar o título. Jensen inaugurou a partida aos 18 minutos e Kim Vilfort fechou a contagem aos 78', garantindo assim a maior reviravolta de uma selecção numa prova europeia, ou seja, de não apurada a detentora do troféu.
Curiosidades
• A Dinamarca venceu a competição depois de não ter conseguido o apuramento.
• Riedle (RFA), Larsen (Dinamarca), Brolin (Suécia) e Bergkamp (Holanda) dividiram o troféu de melhor marcador.
• Peter Schmeichel, antigo guarda-redes do Sporting, foi campeão europeu.
• Depois do desmembramento da União Soviética, a selecção participou como CEI (Comunidade dos Estados Independentes).
• Na defesa do título, a Holanda foi eliminada nas meias-finais frente à Dinamarca.
• Portugal foi eliminado na fase de qualificação pela Holanda.

Portugal na qualificação
Com Holanda, Grécia, Finlândia e Malta no grupo, Portugal teve uma fase de qualificação perfeita em casa, com quatro vitórias sem sofrer qualquer golo. Contudo, acabou por ser nas deslocações que Portugal perde a possibilidade de chegar à fase final na Suécia. A Selecção Nacional só conseguiu vencer em Malta, empatando na Finlândia e saindo derrotado da Grécia e da Holanda. Terminou no segundo lugar a dois pontos da Holanda.

RESULTADOS
Grupo A

• Suecia-França, 1-1 (Eriksson 24'; Papin 58')
• Dinamarca-Inglaterra, 0-0
• França-Inglaterra, 0-0
• Suécia-Dinamarca, 1-0 (Brolin 58')
• Suécia-Inglaterra, 2-1 (Eriksson 51', Brolin 82'; Platt 4')
• França-Dinamarca, 1-2 (Papin 60'; Larsen 8', Elstrup 78')

Classificação
- Suécia, 5 pontos/3 jogos
- Dinamarca, 3/3
- França, 2/3
- Inglaterra, 2/2

Grupo B
• Holanda-Escócia, 1-0 (Bergkamp 75')
• CEI-Alemanha, 1-1 (Dobrovolski 64'; Hässler 90')
• Escócia-Alemanha, 0-2 (Riedle 29'; Effenberg 47')
• Holanda-CEI, 0-0
• Holanda-Alemanha, 3-1 (Rijkaard 3', Robert Witschge 14', Bergkamp 72'; Klinsmann 53')
• Escócia-CEI, 3-0 (McStay 7', McClair 16', McAllister 84' gp)

Classificação
- Holanda, 5 pontos/3 jogos
- Alemanha, 3/3
- Escócia, 2/3
- CEI, 2/3

Meias-finais
• Suécia-Alemanha, 2-3 (Brolin 64' gp, Andersson 89'; Hässler 11', Riedle 59', 88')
• Holanda-Dinamarca, 2-2 (4-5 gp) (Bergkamp 23', Rijkaard 86'; Larsen 5', 33')

Final
• Dinamarca-Alemanha, 2-0 (Jensen 18', Vilfort 78')

Melhor marcador
3 - Henrik Larsen (Dinamarca), Karl-Heinz Riedle (Alemanha), Dennis Bergkamp (Holanda) e Tomas Brolin (Suécia)

Fonte:  http://www.record.xl.pt/

Euro'88 (Alemanha)

VAN BASTEN BRILHA NO ANO DA LARANJA MECÂNICA

Gerd Müller, Michel Platini e em 1988 Van Basten. Os grandes jogadores eram cada vez mais decisivos nas fases finais e na República Federal Alemã (RFA) foi a vez do holandês Marco Van Basten levar a Laranja Mecânica até ao título.
O formato manteve-se igual ao de 1984, numa prova onde a França não dispôs da oportunidade de defender o título. No grupo A, RFA e Itália superiorizaram-se a Espanha e Dinamarca, em jogos que Rudi Völler, Vialli e Jürgen Klinsmann fizeram valer as suas credenciais. Contudo, os dois finalistas sairiam do grupo B: Holanda e União Soviética.
No primeiro confronto entre as duas finalistas, a vitória sorriu aos soviéticos com um golo de Rats aos 52 minutos, mas o jogo que nenhuma queria perder estava guardada para uns dias mais tarde, no Olímpico de Munique. Nas meias finais, a Holanda eliminou a RFA (2-1) com um golo de Van Basten a dois minutos do fim, enquanto a União Soviética bateu a Itália (2-0).
Na final, a equipa de Rinus Michels foi mais forte e venceu por 2-0. Depois de Gullit ter inaugurado o marcador aos 32 minutos, Van Basten fixou o resultado final no início da segunda parte, com um remate fabuloso que ainda hoje figura na compilação de melhores golos nas grandes provas. A URSS ainda beneficiou de uma grande penalidade, mas foi incapaz de converter.
Curiosidades
• A Holanda venceu a União Soviética na final depois de perder (0-1) na fase de grupos.
• Portugal foi afastado na qualificação por Itália e Suécia.
• O árbitro português Rosa Santos foi um dos escolhidos para a prova.
• Van Basten foi o melhor marcador da prova com 5 golos.
• A Holanda conquistou o primeiro (e único até ao momento) título internacional.
• Ronald Koeman (antigo treinador do Benfica) fazia parte da selecção de Rinus Michels.

Portugal na qualificação
Com Itália, Suécia, Suíça e Malta, a tarefa portuguesa não se afigurava fácil. A selecção transalpina era a grande favorita e não desiludiu, sofrendo apenas um empate (na Suíça) e uma derrota (na Suécia). Quanto a Portugal, terceiro classificado do grupo, sofreu duas derrotas com a Itália, dois empates com a Suíça e não conseguiu ganhar a partida mais fácil, em casa com Malta (2-2). O melhor resultado acabou por ser a vitória na Suécia por 1-0.

RESULTADOS
Grupo A
• RFA-Itália, 1-1 (Brehma 55'; Mancini 52')
• Dinamarca-Espanha, 2-3 (Laudrup 24', Povlsen 82'; Michel 5', Butragueño 52', Gordillo 67')
• RFA-Dinamarca, 2-0 (Klinsmann 10', Thon 85')
• Itália-Espanha, 1-0 (Vialli 73')
• RFA-Espanha, 2-0 (Völler 29', 51')
• Itália-Dinamarca, 2-0 (Altobelli 67', De Agostini 87')

Classificação
- RFA, 5 pontos/3 jogos
- Itália, 5/3
- Espanha, 2/3
- Dinamarca, 0/3

Grupo B
• Inglaterra-República da Irlanda, 0-1 (Houghton 6')
• Holanda-URSS, 0-1 (Rats 52')
• Inglaterra-Holanda, 1-3 (Robson 53'; Van Basten 44', 71', 75')
• República da Irlanda-URSS, 1-1 (Whelan 38'; Protasov 74')
• Inglaterra-URSS, 1-3 (Adams 16'; Aleinikov 3', Mikhailichenko 28', Pasulko 73')
• República da Irlanda-Holanda, 0-1 (Kieft 82')

Classificação
- URSS, 5 pontos/3 jogos
- Holanda, 4/3
- República da Irlanda, 3/3
- Inglaterra, 0/3

Meias-finais
• RFA-Holanda, 1-2 (Matthäus 55'; Koeman 74', Van Basten 88')
• URSS-Itália, 2-0 (Litovchenko 58', Protasov 62')

Final
• URSS-Holanda, 0-2 (Gullit 32', Van Basten 54')

Melhor marcador
5 - Van Basten (Holanda)

Fonte:  http://www.record.xl.pt/

Euro'84 (França)

GAULESES FAZEM A FESTA COM PLATINI ENDIABRADO

Se Gerd Müller e Dieter Müller fizeram história na década de 70, batendo recordes em Europeus, o francês Michel Platini tratou de pulverizar todos as marcas que podia, no ano em que a prova regressou ao país de origem e que marcou também a estreia de Portugal em fases finais.
Continuando com o esquema de oito selecções, o formato voltou a mudar, realizando-se agora meias-finais, em vez da disputa da final entre os vencedores dos grupos. Logo na primeira fase, Platini marcou 7 golos em 3 partidas, conseguindo hat-tricks contra Bélgica e Jugoslávia. No outro grupo, a grande surpresa foi mesmo Portugal, que conseguiu eliminar a República Federal Alemã (RFA). Com uma vitória frente à Roménia (golo de Nené aos 81 minutos), e dois empates (RFA e Espanha), a selecção das quinas chegava às meias-finais, devido ao segundo lugar do grupo.
Contudo, as meias-finais seriam contra a fortíssima França do espectacular Platini. Num jogo que ainda hoje é considerado como um dos mais espectaculares de sempre das fases finais, Portugal colocou-se em vantagem (2-1) no prolongamento, com o bis de Jordão, mas Domergue empatou o encontro e Platini não deixou o mérito por mãos alheias, garantindo a presença na final com um tento aos 119'. Na outra meia-final, a Espanha levou a melhor sobre a Dinamarca nas grandes penalidades (5-4 após 1-1).
Na final, Platini voltou a marcar, mas desta feita contou com a ajuda do guarda-redes espanhol Arconada, que facilitou bastante. A fechar a partida, Bellone confirmou o título francês (o primeiro de dois) com o 2-0.
Curiosidades
• Michel Platini (9 golos) tornou-se o melhor marcador de sempre numa fase final da prova. O recorde ainda se mantém.
• Portugal participou pela primeira vez (eliminado nas meias-finais).
• Depois de marcar o golo que carimbou o apuramento, Jordão foi o melhor marcador português na fase final (2 golos).
• António Sousa marcou o primeiro golo português em fases finais.
• Platini conseguiu dois hat-tricks na fase de grupos.
• O romeno Lazslo Bölöni foi adversário de Portugal na fase de grupos e marcou um golo à Espanha.

Portugal na qualificação
Foi o primeiro apuramento português. No grupo com a poderosa União Soviética, uma das selecções com mais história na competição. Depois de 4 vitórias (todas com Polónia e Finlândia) e uma goleada sofrida na URSS (0-5), Portugal estava obrigado a vencer em casa na última jornada, precisamente frente à União Soviética. Com o equilíbrio a dominar o jogo, Chalana acabou por conquistar uma grande penalidade, por falta de Sulakvelidze, muito contestada pelos soviéticos. Jordão não desperdiçou a oportunidade e garantiu a qualificação portuguesa.


RESULTADOS
Grupo A
• França-Dinamarca, 1-0 (Platini 78')
• Bélgica-Jugoslávia, 2-0 (Vandenbergh 28', Grun 45')
• França-Bélgica, 5-0 (Platini 4', 74' gp, 89', Giresse 33', Fernández 43')
• Dinamarca-Jugoslávia, 5-0 (Arnesen 8', 69' gp, Berggreen 16', Elkjaer 82', Lauridsen 84')
• França-Jugoslávia, 3-2 (Platini 59', 62', 77'; Sestic 32', Stojkovic 84' gp)
• Dinamarca-Bélgica, 3-2 (Arnesen 41' gp, Larsen 60', Elkjaer 84'; Ceulemans 26', Vercauteren 39')

Classificação
- França, 6 pontos/3 jogos
- Dinamarca, 4/3
- Bélgica, 2/3
- Jugoslávia, 0/3

Grupo B
• RFA-Portugal, 0-0
• Roménia-Espanha, 1-1 (Bölöni 35'; Carrasco 22' gp)
• RFA-Roménia, 2-1 (Völler 25', 66'; Coras 46')
• Portugal-Espanha, 1-1 (Sousa 52'; Santillana 73')
• RFA-Espanha, 0-1 (Maceda 90')
• Portugal-Roménia, 1-0 (Nené 81')

Classificação
- Espanha, 4 pontos/3 jogos
- Portugal, 4/3
- RFA, 3/3
- Roménia, 1/3

Meias-finais
• França-Portugal, 3-2 (ap) (Domergue 24', 114', Platini 119'; Jordão 74', 98')
• Dinamarca-Espanha, 1-1 (4-5 gp) (Lerby 7'; Maceda 67')

Final
• França-Espanha, 2-0 (Platini 57', Bellone 90')

Melhor marcador
9 - Michel Platini (França)

Fonte:  http://www.record.xl.pt

XX GALA DOS CAMPEÕES

A Associação de Futebol de Beja realiza no dia 1 de junho de 2012, sexta-feira, no BEJAPARQUE HOTEL, a XX GALA DOS CAMPEÕES, evento que pretende distinguir os melhores da época 2011/2012.

Programa: Bejaparque Hotel
19H30 - Receção Boas vindas no exterior do hotel, junto à piscina
Bebidas / salgadinhos

20H45 - Jantar de Gala
Música ao vivo com os Feedback LineEmenta:
Entradas
Creme de coentros
Bacalhau à Bejaparque
Sericaia c/ ameixa de Elvas
Fruta
Café

22H00 - Entrega de prémios
Relação de campeões distritais/prémios individuais/taças:
Campeão Distrital da 1.ª Divisão - Futebol Clube Castrense

Campeão Distrital da 2.ª Divisão - Clube Recreativo e Desportivo Cabeça Gorda

Campeão Distrital de Futsal - Instituto Politécnico de Beja

Campeão Distrital de Futebol Feminino - Sport Clube Mineiro Aljustrelense

Campeão Distrital de Juniores
-
Moura Atlético Clube

Campeão Distrital de Juvenis - Despertar Sporting Clube

Campeão Distrital de Iniciados - Clube Desportivo de Beja

Campeão Distrital de Infantis - Despertar Sporting Clube A

Campeão Distrital de Benjamins - Despertar Sporting Clube B

Vencedor da Supertaça Distrito de Beja - Seniores - Futebol Clube Castrense

Vencedor da Supertaça Distrito de Beja - Futsal - Núcleo Sportinguista de Moura

Vencedor da Supertaça Distrito de Beja - Futebol Feminino - Casa do Benfica em Castro Verde

Vencedor da Supertaça Distrito de Beja - Juniores - Moura Atlético Clube

Vencedor da Taça Distrito de Beja - Seniores - Futebol Clube de Serpa

Vencedor da Taça Distrito de Beja - Futsal - Instituto Politécnico de Beja

Vencedor da Taça Distrito de Beja - Futebol Feminino - Sport Clube Mineiro Aljustrelense

Vencedor da Taça Distrito de Beja - Juniores - Moura Atlético Clube

Vencedor da Taça Armando Nascimento - Juvenis - Moura Atlético Clube

Vencedor da Taça Dr. Covas Lima - Infantis - Clube Futebol Santo Aleixo da Restauração

Vencedor da Taça Joaquim Branco - Benjamins - Núcleo Sportinguista de Beja

Taça de Disciplina - 1.ª Divisão - Futebol Clube Castrense

Taça de Disciplina - 2.ª Divisão - Barrancos Futebol Clube

Taça de Disciplina - Futsal - Centro Cultural e Desportivo de Alfundão

Taça de Disciplina - Futebol Feminino - Ourique Desportos Clube

Taça de Disciplina - Juniores - Sport Clube Odemirense

Taça de Disciplina - Juvenis - Juventude Clube Boavista

Taça de Disciplina - Iniciados - Clube Desportivo de Almodôvar

Taça de Disciplina - Infantis - Grupo Desportivo Renascente

Taça de Disciplina - Benjamins - Sporting Clube Figueirense

Melhor marcador dos filiados no Camp. Nacional da 3.ª Divisão - Nelson Raposo (SCM Aljustrelense)

Melhor marcador do Camp. Distrital da 1.ª Divisão - Rui Pepe (FC Castrense)

Melhor marcador do Camp. Distrital da 2.ª Divisão - António Fradinho (GD Amarelejense)

Melhor marcador do Camp. Distrital de Futsal - Nuno Carapau (NS Moura)

Melhor marcadora do Camp. Distrital de Futebol Feminino - Ana Batista (SCM Aljustrelense)

Guarda-redes menos batido dos filiados no Camp. Nacional da 3.ª Divisão - Miguel Ângelo (SCM Aljustrelense)

Guarda-redes menos batido do Camp. Distrital da 1.ª Divisão - João Candeias (FC Castrense)

Guarda-redes menos batido do Camp. Distrital da 2.ª Divisão - Nuno Jerónimo (Saboia AC)

Guarda-redes menos batido do Camp. Distrital de Futsal - Paulo Salvador (SA Almodovarense)

Guarda-redes menos batido do Camp. Distrital de Futebol Feminino - Ana Larguinho (SCM Aljustrelense)

Árbitro melhor classificado da 3.ª Categoria Nacional - Classificação em junho de 2012

Árbitro melhor classificado da 2.ª Categoria Nacional de Futsal
-
Classificação em junho de 2012

Árbitro melhor classificado da 1.ª Categoria Distrital - Bruno Vieira

Árbitro melhor classificado da 1.ª Categoria Distrital Feminina - Marisa Sousa

Árbitro melhor classificado da 2.ª Categoria Distrital - Hugo Silva

Árbitro melhor classificado da 1.ª Categoria Distrital de Futsal - David Tripa

Árbitro Assistente melhor classificado do Nacional - Classificação em junho de 2012

Árbitro Assistente melhor classificado do Distrital - Valter Canhita

Observador melhor classificado do Distrital - Futebol - Manuel Custódio
Fonte:  http://www.afbeja.com

Maratona de Futebol de 7

Memorial Vítor Mamede

No dia 19 de Maio os Javalis estiveram presentes no VIII Memorial Vítor Mamede no complexo desportivo de Almada. Neste prestigiado torneio de minis o C.A.B. participou com a sua maior representação de sempre com 20 atletas divididos pelos escalões de sub10 e sub12, uma grande participação para o nosso clube que ainda há 2 anos tinha participado com apenas 6 atletas. 

Para os sub10 foi sem dúvida uma experiência enriquecedora que deixou os nossos minis muito motivados e que possibilitou que defrontassem as equipas do Queluz, do Campo das Flores, do GDESSA e do colégio Vale, e apesar de não termos conseguido nenhuma vitória estivemos muito bem e no último jogo foi por pouco que a vitória nos escapou, mas nestes escalões o mais importante é participar.

Os sub12 já com mais experiência competitiva, tiveram uma participação brilhante tendo alcançado os seguintes resultados: C.A.B.-14 Queluz-12, SIMECQ- 2 C.A.B.-10, C.A.B.-8 Colégio Vale-2 , C.A.B. -12 B.A.C.2- 6 e C.A.B.-10 B.A.C. 1-12.

No fim realizou-se o desfile de todas as equipas de troféus e a entrega.


Sérgio Pereira

Grupo Desportivo Vale Bejinha para 2012/2013?

O Grupo Desportivo Vale Bejinha parece agora renascer das cinzas e está mesmo a ponderar a sua participação para a próxima temporada desportiva.
Segundo o que o blogue conseguiu apurar no dia de hoje, já foram feitos alguns contatos para o projeto poder ser apresentado a Fundação Inatel, que nos próximos dias ficará com o conhecimento desta informação. A confirmar-se esta entrada, fica assim o Concelho de Odemira com mais uma equipa.

Entrevista a David Tripa!

Esta será das últimas entrevistas publicada neste blogue desta época, pois como o campeonato irá parar e as notícias serão provavelmente muito escassas...
Hoje entrevistamos o 1º classificado do quadro de árbitros de Futsal, David Tripa, que estará em provas para os quadros da FPF este fim-se-semana.

Aqui segue a entrevista:

1) Como foi a sua entrada no Futsal Distrital? A minha entrada no Futsal Distrital ocorreu em 2007 ou 2008, não me recordo, e comecei por arbitrar alguns jogos de futsal com incentivo de alguns colegas e do Sr. Quinta Queimada. Contudo, a minha preferência foi sempre pelo futebol 11onde procurei sempre atingir outro patamar. Como a concorrência é muito forte no futebol 11 e como o futsal tem evoluído a nível nacional e o meu gosto pelo futsal já vem de alguns anos optei por concorrer este ano ao acesso à 3ª Divisão Nacional, no qual consegui atingir esse objectivo. 2) Como árbitro como vê muitas das criticas que são feitas a esta classe? vejo as criticas um pouco injustas nomeadamente aos arbitros mais jovens. Nós, enquanto arbitros, tentamos errar o menos possivel afim de permitirmos, juntamente com as outras duas equipas realizar um bom espectáculo. Como há jogadores que erram muitas vezes nós também erramos mas já é normal sermos os culpados pelos resultados menos conseguidos mas já estamos habituados, pessoalmente e no geral penso que todos os meus colegas conseguimos lidar com essa pressão e impor o devido respeito. 3) Faça uma análise ao seu percurso na arbitragem até ao momento? Em 2001 tirei o curso de arbitros na AF Beja. Comecei por fazer alguns jogos como estagiário em 2002 subindo á 2ª categoria nesse mesmo ano. Em 2003 subi á 1ª categoria distrital ficando em 1º lugar, e desde então tenho andado por essa categoria na qual já poderia ter atingido algo mais.Só em 2011 é que entrei para o quadro de futsal e consegui a 1ª posição. 4) O que pensas do nosso campeonato a nível Distrital? Será que teremos Futuro? O nosso campeonato é um pouco fraco em comparação com alguns outros campeonatos distritais,mas temos alguns jovens com valor.A nivel de competitividade este ano foi competitivo entre 3,4 equipas e acabou na minha opiniao por vencer a equipa com o plantel mais equilibrado. Tivemos equipas menos fortes mas espero que para a proxima época continuem no nosso campeonato.Para o futuro penso que participarão mais equipas e temos evoluido gradualmente nesse aspecto e quando ha dirigentes que tem gosto pela nmodalidade acredito que temos todas as condições para continuarmos por muitos anos. 5) Actualmente temos 2 árbitros ao nível nacional, acha que poderemos vir a ter mais algum? Quem? (risos)....Essa pergunta é engraçada porque estou a praticamente a 3 dias das provas de acesso e tenho que acreditar nas minhas capacidades e portanto como acredito em mim é logico que temos condições para ter mais alguem a nivel nacional e esse alguem que seja já eu este fim de semana. Mas penso que ha aqui mais 1 ou 2 árbitros com capacidade para tambem um dia atingirem esse patamar. 6) Acha que a grave crise económica que nosso país atravessa poderá afectar esta modalidade? Hum....penso que não se os jogadores jogarem por gosto pelo que estão a fazer, se forem á procura de salãrios acho que ai sim que afectará e muito não so esta modalidade como muitas outras. Atenção que não sou contra os salários apenas tambem acho que devam receber algo em troca como premios de jogos como nós arbitros recebemos, e ai não se gastam fortunas e consegue-se gerir os orçamentos. 7) Achas que o Blogue está a ser útil a nivel distrital? Sim sem dúvida acho que mesmo assim é o blog que esta mais perto do futsal e tem praticamente tudo actualizado e espero que não acabem este blog como tem vindo a acontecer em que se acaba com este tipo de informação e depois não se sabe de nada. Continuem com este bom trabalho. Saudações desportivas para quem gosta de desporto e principalmente aos futsalistas!!!

Maratona de Futebol 7 em Pias


Maratona de Futebol 7 em Pias

Noticias de Futebol no Distrito

Numa altura em que faltam ainda quase 3 meses para começar a próxima época, a bola já começa a aquecer e já se começam a conhecer os novos técnicos de algumas equipas, por isso o blog da Força Azul lança aqui essa informação.

A próxima época terá ainda mais importância, pois será o ano de transição em que vai acabar a 3ª Divisão, o que provocará alterações sobretudo no nosso distrital.

Na 2ª Divisão Nacional, o nosso distrito apenas terá um representante na próxima época, que será o Estrela de Vendas Novas.
Na 3ª Divisão Nacional o nosso distrito irá estar muito bem representado, com o Juventude Évora, Atlético Reguengos, União Montemor e G.D. Monte Trigo a lutarem pelos 2 lugares que darão acesso à 2ª Divisão, pois quem não conseguir entrar nestes lugares, irá regressar ao distrital.
No Distrital, este será o ano ideal para uma equipa apostar, pois quem se sagrar Campeão Distrital na próxima época, irá fazer história e subir à 2ª Divisão Nacional. Mas também será complicado cá por baixo, pois quem não ficar na primeira metade da tabela classificativa, corre o risco de sair da divisão principal do nosso distrital, que depois se começará a chamar Divisão de Elite e terá as 10 melhores equipas do nosso distrito. Assim, as que não conseguirem entrar neste lote, irão disputar a Divisão de Honra, às que se juntarão as primeiras classificadas da 1ª Divisão Distrital.
Destaque ainda para o regresso do Lusitano de Évora ao Escalão Senior, depois de um ano de ausencia. Assim a equipa verde e branca eborense irá começar da 1ª Divisão Distrital, mas aparece já obviamente com um dos grandes candidatos à subida de Divisão.

Quanto à dança de Treinadores, a Força Azul pode informar os seguintes novos técnicos:


3ª DIVISÃO NACIONAL:


Atlético Reguengos
- Mister Eduardo Almeida

DIVISÃO DE HONRA DISTRITAL:


Escouralense
- Mister Luis Patrão

S.C. Bencatelense
- Mister Carlos Lopes "Carga"

Desp. Portel
- Mister Luis Canhoto

S.C. Borbense
- Mister Vitor Caldeira

1ª DIVISÃO DISTRITAL:


Lusitano Évora
- Mister Nelson Valente